segunda-feira, 19 de março de 2018

Agente penitenciário morre atingido por tiro em rebelião em presídio

Agente penitenciário é morto no Complexo do Curado

Detento Luis Jonas da Conceição, de 24 anos, que ficou ferido, seria o responsável pelo disparo

Por: Portal FolhaPE em 19/03/18 às 08H49, atualizado em 19/03/18 às 16H11
Um agente penitenciário morreu na manhã desta segunda-feira (19), por volta das 5h, em uma confusão no Presídio Aspirante Marcelo de Araújo (Pamfa), uma das unidades que integra o Complexo Prisional do Curado, no bairro do Sancho, na Zona Oeste do Recife. Roberto Murilo Almeida de Oliveira, de 37 anos, foi atingido por um disparo de arma de fogo. Ele ainda chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Otávio de Freitas, mas não resistiu ao ferimento.
Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp-PE), os presos tentaram ocupar a permanência (setor de saída e entrada) do Pamfa. Na troca de tiros, um disparo teria atingido Roberto Murilo. O detento Luis Jonas da Conceição, de 24 anos, conhecido como Lau, estaria envolvido no motim. Ele teria entrado em luta corporal com Roberto Murilo e atirado com a arma do próprio agente.

O detento, que acabou ficando ferido, foi socorrido e levado ao Hospital Otávio de Freitas. O estado de saúde não foi informado, mas ele aguarda cirurgia. O corpo do agente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), na área Central do Recife.
Por meio de nota, a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informou que a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e o Instituto de Criminalística foram acionados e um procedimento administrativo será aberto para apurar o fato. O agente Roberto entrou para o Sistema Penitenciário há seis anos e deixa a esposa grávida e um filho. Em 24 anos, é a primeira morte de agente penitenciário em serviço no Sistema Prisional de Pernambuco.

Nenhum comentário: