domingo, 28 de maio de 2017

Ceresp Gameleira - parabéns aos Agentes penitenciários que fizeram apreensão de drogas e celulares rremessados para o pátio sexta e controlaram motim no sábado


Droga que teria sido arremessada para pátio do Ceresp foi apreendida
Droga apreendida no Ceresphttp://www.otempo.com.br/cidades/detentos-colocam-fogo-em-colch%C3%B5es-no-ceresp-gameleria-1.1479446​Detentos colocam fogo em colchões no Ceresp Gameleria
Situação foi controlada por agentes penitenciários; motivação estaria relacionada a apreensão de drogas e celulares arremessados para o pátio do Ceresp na noite deste sábadoFumaça Presos atearam fogo em colchões no Ceresp Gameleira Situação no Ceresp já está controlada Situação no Ceresp já está controlada Situação no Ceresp já está controlada Situação no Ceresp já está controlada Situação no Ceresp já está controlada Situação no Ceresp já está controlada Droga que teria sido arremessada para pátio do Ceresp foi apreendida Droga que teria sido arremessada para pátio do Ceresp foi apreendida Droga apreendida no Ceresp Droga que teria sido arremessada para pátio do Ceresp foi apreendidaFOTO: Reprodução/WhatsApp O TempoFOTO: Douglas LAURA MARIADetentos presos no Ceresp Gameleira, na região Oeste da capital, atearam fogo em pedaços de colchão e jogaram-nos no corredor do local, neste sábado (27), por volta das 17h. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), o fogo foi controlado por agentes penitenciários. Não há informações sobre as alas que foram atingidas e também não houve feridos.De acordo com um agente penitenciário que trabalha no local, mas pediu para não ser identificado, o motivo do tumulto teria relação com a apreensão de drogas e celulares arremessados para o pátio do Ceresp na noite desta sexta-feira (26).Segundo o agente, cerca de 8 quilos de drogas e diversos aparelhos celulares e chips foram arremessados no espaço interno do Ceresp. O material, porém, foi apreendido pelos agentes penitenciários, que trabalhavam no local. A atitude, de acordo com ele, poderia ter deixado os presos furiosos."Lá é muito vulnerável, a cadeia é muito próxima da rua. Toda semana é arremessada droga lá. Nos últimos cinco meses, foram presas cinco pessoas por causa disso", contou o agente sob anonimato.OperaçãoNa última quinta-feira, o Ministério Público fez uma operação contra entrada de drogas e celulares no Ceresp. A operação, que contou com cerca de 300 policiais militares, culminou apreensão de 100 gramas de droga.

Nenhum comentário: