segunda-feira, 24 de abril de 2017

Projeto de lei quer proibir revistas íntimas em presídios de Minas Gerais

Projeto de lei quer proibir revistas íntimas em presídios de Minas Gerais

Um projeto de lei protocolado nessa quinta-feira (20) na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) quer proibir as revistas íntimas durante visitas de familiares aos detentos do Estado. A proposta, de autoria do deputado Alencar da Silveira Jr. (PDT), prevê que, em vez de revista ser realizada no visitante antes de entrar no presídio, a vistoria seja feita no detento antes de ele voltar para a cela.
“Esse modelo já é adotado em países da Europa e pode perfeitamente ser adaptado para o Brasil. As revistas íntimas são vexatórias e expõem pessoas como mães, filhas e esposas, que nada têm a ver com o crime cometido. É o detento que tem que ser revistado posteriormente para ver se ele está retornado para a cela com algum objeto ilícito”, afirmou.
Segundo o deputado, essa medida seria viável, pois o tempo gasto hoje na revista íntima dos visitantes é maior que o da vistoria dos detentos.
“Outro benefício para os familiares é que hoje eles esperam longos períodos na fila, sem nenhum tipo de proteção, expostos ao sol e à chuva. Sem a necessidade de fazer essa revista íntima, seria muito mais ágil o procedimento de entrada durante os dias de visita”, detalhou.
Hoje, das 140 unidades prisionais de Minas Gerais, apenas 12 contam com equipamento de Body Scan, que por meio de raio X evita a revista íntima.
http://minasemfoco.com.br/portal/projeto-de-lei-quer-proibir-revistas-intimas-em-presidios-de-minas-gerais/

Nenhum comentário: